A sala de aula global

MOUNTAIN VIEW, CALIFÓRNIA – Quando eu leccionei na Universidade de Stanford, em 1970, estava sempre à procura de formas de ensino onde a tecnologia pudesse ajudar a melhorar a aprendizagem. A grande inovação dessa época era o facto de as minhas aulas serem transmitidas ao redor da Baía de São Francisco. Nós até enviávamos cassetes de vídeo das conferências para mais longe.

Hoje, os professores gravam e fazem upload das suas conferências e, graças à Internet, os estudantes podem vê-las, as vezes que quiserem, em qualquer parte do mundo. A educação - um dos últimos grandes sectores da economia que ainda não foi modificado pela era digital - está à beira de uma revolução. Mas por que razão não deve ser digitalizada? A web é o combustível do século XXI e impulsionará os alunos de todas as idades, de todos os cantos do mundo, a direccionarem-se para um futuro de sucesso.

Por exemplo, os MOOC (Cursos Online Abertos em grande escala) oferecem gratuitamente, ou a baixo custo, educação superior de grande qualidade a centenas de milhares de pessoas, através da Internet, fazendo com que seja mais fácil aprenderem o que querem - e onde querem. Vejo oportunidades semelhantes a aproximarem-se no ensino primário e no ensino secundário, no futuro.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To continue reading, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you are agreeing to our Terms and Conditions.

Log in

http://prosyn.org/j91d5b6/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.