Venezuela-Colombia migration Luis Acosta/Getty Images

Como alcançar os ODS

MEDELLÍN – Em Setembro de 2015, os líderes de 193 países concordaram em alcançar os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) - o plano mais ambicioso se sempre de promoção do desenvolvimento humano - até 2030. Passados quase dois anos, há muitas razões para preocupação: o financiamento conseguido até ao momento não deverá ser suficiente e nem todos os países dispõem de dados adequados para medir a evolução no terreno. Isto é o suficiente para suscitar dúvidas até no optimista mais intransigente.

No entanto, ainda há muitas razões para manter a esperança. Visitei recentemente a Colômbia, que está finalmente a deixar para trás o seu conflito civil (que dura há décadas) com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), preparando-se para o sucesso dos ODS.

Em qualquer país, a concretização dos ODS exigirá que o governo, as empresas, as agências que prestam auxílio, os bancos multilaterais e a sociedade civil trabalhem em conjunto, adoptem abordagens flexíveis, partilhem conhecimentos, meçam os progressos de forma eficaz e reconheçam que os vários alvos estão interligados. A Colômbia parece estar consciente deste facto e está a prosseguir uma abordagem integrada que aproveita os pontos fortes de cada interveniente.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To read this article from our archive, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles from our archive every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/S3LJYK7/pt;

Handpicked to read next

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.