Merkel and Tsipras in Berlin 12.2016 Pacific Press

A crise perpétua da Grécia

ATENAS – Desde o Verão de 2015, a Grécia (quase) saiu dos noticiários, mas isso não aconteceu devido a uma estabilização da sua condição económica. Uma prisão não é digna de notícia enquanto os reclusos sofrerem em silêncio. Só quando organizam uma revolta, e as autoridades a reprimem, é que aparecem os camiões das transmissões por satélite.

A última revolta aconteceu na primeira metade de 2015, quando os eleitores Gregos rejeitaram acrescentar novos empréstimos a uma enorme dívida já insustentável, uma decisão que prolongaria a bancarrota da Grécia para o futuro, ao mesmo tempo que fingia que a teria ultrapassado. E foi neste ponto que a União Europeia e o Fundo Monetário Internacional, com a sua abordagem de “prolongar e fazer de conta” em risco, esmagaram a “Primavera Grega” e impuseram, a um país em bancarrota, mais um empréstimo que não podia ser reembolsado. Por isso, era apenas uma questão de tempo até que o problema voltasse a surgir.

Entretanto, a atenção da Europa transferiu-se para o Brexit, para o populismo xenófobo de direita na Áustria e na Alemanha, e para o referendo constitucional da Itália, que depôs o governo de Matteo Renzi. Em breve, a atenção será novamente transferida, desta vez para o desmoronamento do centro político em França. Mas, não o esqueçamos, a gestão inane da crise da dívida Europeia começou na Grécia. Um país menor, no grande esquema da Europa, tornou-se num caso piloto, para uma estratégia comparável a empurrar uma bola de neve pela encosta de uma montanha. As avalanches que daí resultaram têm vindo a minar a legitimidade da UE desde então.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To access our archive, please log in or register now and read two articles from our archive every month for free. For unlimited access to our archive, as well as to the unrivaled analysis of PS On Point, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/BLp2mxR/pt;

Handpicked to read next

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.