smale1_Boonyachoat_getty images_globe hands Boonyachoat/Getty Images

O lucro do setor financeiro não se pode traduzir na perda da biodiversidade

LONDRES – Não surpreende acharmos que as instituições financeiras invistam em ativos que proporcionem retornos enormes. Mas quando se trata de biodiversidade e da categoria mais ampla de capital natural, a maioria dos investidores ainda se comporta como se esses ativos fossem ilimitados, mesmo quando estão a ser empobrecidos ou destruídos. Eles continuam a presumir que os serviços que esses ativos fornecem são gratuitos, mesmo quando a pandemia de COVID-19 mostra que o ato de se ignorar a invasão humana no mundo natural tem um custo quase ilimitado.

O declínio do ambiente natural induzido pelo homem é um facto e está a acontecer rapidamente. O recente relatório Living Planet do World Wildlife Fund mostrou uma redução média de 68% no tamanho populacional da vida selvagem entre 1970 e 2016. Inevitavelmente, onde há uma quebra nas populações é a extinção que surge a seguir. De acordo com a Plataforma Intergovernamental de Políticas Científicas sobre Biodiversidade e Serviços Ecossistémicos, cerca de um milhão de espécies – ou cerca de um quarto de todos os grupos de animais e plantas avaliados – estão sob ameaça de extinção no espaço de décadas, a menos que sejam tomadas ações para mitigar as causas da perda de biodiversidade.

Cientes desse declínio na população da vida selvagem e das projeções de extinção, os políticos apelam frequentemente à ação, mas não chegam a implementar as medidas necessárias. E, no entanto, como fica claro na resposta às alterações climáticas, se os cidadãos participarem e pressionarem os líderes, a inação torna-se politicamente dispendiosa. Os governantes europeus decidiram adotar uma ação ousada sobre as alterações climáticas – através de medidas que vão desde metas vinculativas de energia renovável aos preços de carbono – porque sabiam que era da sua responsabilidade evitar a enorme perturbação que aguardava um mundo que viu a sua temperatura aumentar vários graus.

To continue reading, register now.

As a registered user, you can enjoy more PS content every month – for free.

Register

or

Subscribe now for unlimited access to everything PS has to offer.

https://prosyn.org/yBcfuVmpt