kschwab20_GettyImages824852142 Getty Images

Que tipo de capitalismo queremos?

GENEBRA – Que tipo de capitalismo queremos? Esta poderá ser a questão essencial da nossa era. Se queremos preservar o nosso sistema económico para as gerações futuras, temos de responder-lhe de forma correcta.

Em traços gerais, temos três modelos por onde escolher. O primeiro é o do “capitalismo de accionistas”, adoptado pela maioria das corporações ocidentais, que sustenta que o objectivo principal de uma corporação deve ser a maximização do seu lucro. O segundo modelo é o do “capitalismo de estado”, que confia ao governo a definição do rumo da economia, e que assumiu destaque em muitos mercados emergentes, principalmente na China.

Mas, comparativamente a estas duas opções, a terceira tem mais elementos a seu favor. O “capitalismo de intervenientes” (NdT: no original, “stakeholder capitalism”), um modelo que propus pela primeira vez há meio século, posiciona as corporações privadas como agentes fiduciários da sociedade, e é claramente a melhor resposta aos desafios sociais e ambientais da actualidade.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

https://prosyn.org/6SqqBVdpt;