Refugee children Anadolu Agency/Getty Images

Escolas de Esperança

LONDRES – Hoje, 20 de Junho, é o Dia Mundial do Refugiado, data em que honramos a força e a coragem daqueles que foram obrigados a abandonar as suas casas. Hoje, o meu pensamento está em Mohammed, um refugiado sírio que conheci no mês passado quando visitei a Escola Primária de Istoc, na Turquia.

Numa escola repleta, já a rebentar pelas costuras para acolher a numerosa população local, assisti à tentativa de Mohammed, sentado no fundo da sala de aula, de terminar um trabalho de arte. A turma estava a desenhar artefactos de museus enquanto discutia animadamente a importância da preservação da cultura e do património.

Mohammed parou para explicar a forma como os seus colegas o tinham ajudado a aprender a sua língua e como estava a conseguir recuperar o atraso das as aulas após ter fugido do seu país devastado pela guerra para ir viver para Istambul. Contudo, o seu sonho é ter a oportunidade de voltar para casa um dia, e está determinado em estudar afincadamente para obter os conhecimentos e as competências necessárias para construir um novo futuro no seu país.

To continue reading, please log in or enter your email address.

Registration is quick and easy and requires only your email address. If you already have an account with us, please log in. Or subscribe now for unlimited access.

required

Log in

http://prosyn.org/KkfZKZg/pt;