china rural village Zhang Peng/LightRocket/Getty Images

O Fim da Pobreza na China?

PEQUIM — Uma das estatísticas mais citadas sobre a China pode muito bem ser o número de chineses que foram retirados da pobreza ao longo dos últimos 35 anos. Mais de 800 milhões é um número muito significativo — e um feito extraordinário. Na verdade, nenhum outro país atingiu um tal nível de redução da pobreza num período tão curto. Mas o que dizer dos milhões de chineses que ficaram para trás?

O governo da China está empenhado em terminar a tarefa, com o objectivo de, até 2020, reduzir a pobreza rural para praticamente zero. As autoridades fizeram primeiramente a promessa nas Nações Unidas em 2015, e reiteraram-na subsequentemente em contextos oficiais. No entanto, o cumprimento dessa promessa — que agora implica melhorar o bem-estar de cerca de 45 milhões de pessoas, o equivalente a aproximadamente toda a população do Sudão — terá custos significativos.

A redução da pobreza, tal como tantos esforços importantes, está sujeita à lei dos rendimentos decrescentes: quanto mais se pratica algo, menos produtivos se tornam os esforços. Pensemos em quando se dá corda a um relógio: quanto mais rodar a corda, maior será a resistência acumulada na mola principal, e será necessária mais energia para que o ponteiro percorra a mesma distância.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To access our archive, please log in or register now and read two articles from our archive every month for free. For unlimited access to our archive, as well as to the unrivaled analysis of PS On Point, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/xl10u9n/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.