Africa education Tony Karumba/Getty Images

Investir nos educadores de África

JOANESBURGO – Em todo o mundo, a melhoria da educação é uma tarefa lenta, árdua e de longo prazo, e em nenhum outro lugar mais que em África, onde os rígidos condicionalismos económicos impedem com frequência o investimento no capital humano. Aqueles que trabalham no sector da educação do continente têm de encontrar soluções que sejam mais rápidas, mais baratas, e que possam ser objecto de fácil expansão.

Porém, acontece frequentemente que abordagens consideradas adequadas provam ter pouca visão, e não conseguem envolver os líderes locais, que detêm as chaves para o progresso económico e social. Com grande frequência, a voz das bases, que reflecte em primeira mão a experiência de resolução dos problemas comunitários, é ignorada.

Quando os líderes globais se reunirem esta semana em Hamburgo para a cimeira do G20, a nova Parceria G20-África estará no centro das atenções. Mas as pessoas comprometidas com a ajuda a África devem concentrar os seus esforços nos aspectos essenciais da ajuda e do desenvolvimento, e isso significa investir na liderança local.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

http://prosyn.org/suaxIoZ/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.