Credit Suisse CEO and chairman Michael Buholzer/Getty Images

Globalização financeira 2.0

WASHINGTON, DC – Na década em que a crise financeira teve início, em Agosto de 2007, os contornos das finanças a nível mundial sofreram uma alteração drástica. O valor total dos fluxos de capitais transfronteiriços diminuiu 65% nos últimos dez anos, o que reflecte, em particular, a forte redução das actividades bancárias internacionais.

A questão para nós reside em saber de que modo números como estes podem informar-nos sobre o estado de saúde actual das finanças globais. Serão uma prova de que a "globalização financeira" - o movimento internacional de capitais - fez marcha atrás? Caso o tenha feito, seria algo assim tão negativo?

A actual contenção reflecte uma maior aversão ao risco e uma maior consciencialização, uma vez que a bolha começou a rebentar no final de 2007. Contudo, de acordo com um estudo recente do McKinsey Global Institute, o que está a surgir é uma versão mais resiliente da integração financeira global.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To access our archive, please log in or register now and read two articles from our archive every month for free. For unlimited access to our archive, as well as to the unrivaled analysis of PS On Point, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/arBXfMS/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.