Os Benefícios à Saúde do Combate à Mudança Climática

LIMA – Os governos muitas vezes veem a mudança climática como um assunto muito caro de ser abordado. Na verdade, é muito caro ignorar. É por isso que a Organização Mundial de Saúde (OMS), por exemplo, tem associado a prevenção das desastrosas alterações climáticas a "benefícios imediatos para a saúde e economia em despesas de saúde" a partir da redução da poluição atmosférica.

As estatísticas são sombrias. A poluição atmosférica causou mais de 7 milhões de mortes prematuras – globalmente uma em cada oito – em 2012, em comparação com quase 6 milhões de mortes prematuras devidas ao tabaco.

Uma das maiores causas de danos são as partículas finas, chamadas de PM2.5, com diâmetro menor que 2,5 micrômetros. Elas causam estragos por entrar profundamente nos pulmões, contribuindo para o câncer, inflamação e infecção respiratória, ou passando para a corrente sanguínea, onde podem desencadear alterações nos vasos sanguíneos, causando ataques cardíacos e derrames.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To read this article from our archive, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you are agreeing to our Terms and Conditions.

Log in

http://prosyn.org/hOEHpuA/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.