stiglitz257_Win McNameeGetty Images_trump nielsen Win McNamee/Getty Images

O legado mais preocupante de Trump

NOVA IORQUE – A demissão forçada de Kirstjen Nielsen do cargo de secretária de estado da Segurança Interna dos EUA não é motivo de comemoração. Sim, ela presidiu à separação forçada de famílias na fronteira dos EUA, ficando conhecida por pôr crianças pequenas em jaulas de arame. Mas o afastamento de Nielsen não deverá trazer melhorias, já que o presidente Donald Trump pretende substituí-la por alguém que aplique as suas políticas anti-imigrantes de um modo ainda mais implacável.

As políticas de imigração de Trump são aterradoras em quase todos os aspectos. Porém, podem não ser a pior característica da sua administração. Na verdade, a identificação dos seus aspectos mais horríveis tornou-se um popular jogo de salão na América. Sim, ele apelidou os imigrantes de criminosos, de violadores, e de animais. Mas que dizer da sua profunda misoginia ou da sua vulgaridade e crueldade sem limites? Ou do seu apoio cúmplice aos supremacistas brancos? Ou a sua saída do acordo de Paris sobre o clima, do acordo nuclear como Irão, e do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermédio? E, claro, existe a sua guerra contra o ambiente, a saúde, e o sistema internacional regulamentado.

Este jogo mórbido nunca acaba, claro, porque quase todos os dias aparecem novos pretendentes ao título. Trump é uma personalidade disruptiva e, depois da sua partida, talvez reflictamos sobre como uma pessoa tão desequilibrada e moralmente questionável pôde ser eleita, antes de mais, para a presidência do país mais poderoso do mundo.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

or

Register for FREE to access two premium articles per month.

Register

https://prosyn.org/8IrK0Kzpt