Carlo Ratti Associati's Living Nature installation at Milan Design Week 2018 Delfino Sisto Legnani and Marco Cappelletti

Nutrir as Cidades com a Natureza

BOSTON – Desde que o antigo poeta grego Teócrito escreveu os seus idílios pastorais a romantizar a vida rural, as pessoas têm ponderado sobre como construir cidades que estejam em harmonia com o seu meio natural. Contudo, com o crescimento exponencial das taxas de urbanização em todo o mundo, a necessidade de cidades mais verdes nunca foi tão premente com agora. Felizmente, a inovação e a tecnologia podem ajudar a alcançar este equilíbrio.

Os urbanistas têm concentrado o seu trabalho em colmatar o fosso existente entre as zonas urbanas e as zonas rurais. No século XIX e no início do século XX, as cidades europeias registaram um crescimento sem precedentes em consequência do êxodo rural para as metrópoles em recente expansão. À medida que estas cidades foram crescendo, foram ficando superlotadas e poluídas, o que inspirou uma nova geração de pensadores na busca de soluções.

Um destes visionários foi o britânico Ebenezer Howard que, em 1898, criou o termo "cidades-jardim" – que definiu como comunidades residenciais construídas em torno de uma combinação de espaços abertos, parques, fábricas e explorações agrícolas. Em breve, Londres foi cercada por subúrbios verdejantes concebidos com o objectivo de manter em equilíbrio a habitação de alta qualidade e o espaço verde abundante. O mantra de Howard era trazer a cidade para a natureza.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

or

Register for FREE to access two premium articles per month.

Register

https://prosyn.org/01uiw0dpt