krauss44_thierry monasse_pool_getty Images_merkel Thierry Monasse/Pool/Getty Images

O pacto de Fausto da Europa

NOVA YORK – A segunda onda de contágios da covid-19 está atingindo a Europa com mais força do que muitos esperavam. A expectativa de uma recuperação em V vem dando lugar ao medo de uma recessão dupla, sugerindo que não haverá um retorno rápido às regras orçamentárias tradicionais da União Europeia. E, ainda mais preocupante, a Europa agora se vê forçada a uma escolha entre dois objetivos, ambos críticos à sua viabilidade no longo prazo, enquanto bloco supranacional político e econômico. Agora, mais do que nunca, o compromisso da UE com o estado de direito parece estar com o pescoço a prêmio.

Não é uma notícia de todo ruim. Por causa das decisões políticas ambiciosas dos líderes da UE, as relações norte-sul dentro da União estão em situação bastante sólida como há tempos não se via. Um sinal disso é que os spreads entre as taxas de juros alemã e italiana estão em baixa histórica, o que indica que a posição da Itália no euro é hoje sólida. A “ansiedade do spread” quanto à sustentabilidade do euro vem diminuindo em toda a região sul da eurozona.

Esqueçam as barreiras políticas introduzidas recentemente pelos estados-membro centro-europeus, com suas ameaças de veto ao orçamento e novo fundo de recuperação voltado à covid-19 da UE. Manter a tão aguardada convergência política e econômica norte-sul será a prioridade número 1 da UE nas próximas semanas e meses.

To continue reading, register now.

As a registered user, you can enjoy more PS content every month – for free.

Register

or

Subscribe now for unlimited access to everything PS has to offer.

https://prosyn.org/iJMbhsspt