Pode Navalny Salvar a Rússia?

MOSCOVO – Em 1811, ao avaliar a possibilidade – ou antes, a impossibilidade – da Rússia alguma vez sofrer uma transformação ao estilo do Ocidente, o diplomata e filósofo anti-Iluminista Joseph de Maistre escreveu famosamente, “Toda a nação tem o governo que merece”. Catorze anos mais tarde, a revolta Dezembrista – um movimento de poetas e de oficiais do exército para depor o Czar Nicolau I e estabelecer uma monarquia constitucional – parecia refutar a afirmação de de Maistre. Porém, a revolta foi suprimida, e os Dezembristas foram executados ou exilados. Um oficial condenado declarou famosamente, “Não podem enforcar-nos a todos”.

O brutal século vinte da Rússia, com o seu totalitarismo e gulags, quase demonstraram que esse oficial – e de Maistre – estavam errados. Ninguém “merece” ser governado de modo tão monstruoso. Cerca de 20 milhões de Russos pereceram sob o governo de Estaline, e o resto foi paralisado pelo terror.

O século vinte e um tem sido mais amável para os Russos, pelo menos até agora. Mas, embora o terror e a fome tenham estado ausentes, muitas das tácticas opressivas do passado foram revisitadas sob o mau governo de Vladimir Putin, agora no seu 14º ano.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To read this article from our archive, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/KeOjlgs/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.