sachs358_Cem OzdelAnadolu Agency via Getty Images_russia ukraine peace Cem Ozdel/Anadolu Agency via Getty Images

Fim à Guerra de Atrito na Ucrânia

NOVAYORK – As guerras muitas vezes eclodem e persistem por causa dos erros de cálculo dos dois lados em relação ao seu poder relativo. No caso da Ucrânia, a Rússia cometeu um grave erro ao subestimar a determinação dos ucranianos de lutar e a eficácia do armamento fornecido pela OTAN. No  entanto, a Ucrânia e a OTAN também estão superestimando sua capacidade de derrotar a Rússia no campo de batalha. O resultado é uma guerra de atrito que cada lado acredita que vai ganhar, mas que ambos os lados vão perder. A Ucrânia deveria intensificar a busca por uma paz negociada do tipo que estava na mesa no final de março, mas que depois abandonou após a evidência das atrocidades russas em Bucha – e talvez devido à mudança de percepção de suas perspectivas militares.

Os termos de paz em discussão no final de março exigiam a neutralidade da Ucrânia, apoiada por garantias de segurança e um cronograma para abordar controversas questões, como o status da Crimeia e de Donbas. Negociadores russos e ucranianos afirmaram que houve progresso nas negociações, assim como os mediadores turcos. As negociações então entraram em colapso após os relatórios de Bucha, tendo o negociador da Ucrânia afirmado que “a sociedade ucraniana agora está muito mais negativa sobre qualquer conceito de negociação que diga respeito à Federação Russa”.

Mas o argumento para as negociações permanece urgente e avassalador. A alternativa não é a vitória da Ucrânia, mas uma devastadora guerra de desgaste. Para chegar a um acordo, ambos os lados precisam recalibrar suas expectativas.

To continue reading, register now.

As a registered user, you can enjoy more PS content every month – for free.

Register

or

Subscribe now for unlimited access to everything PS has to offer.

https://prosyn.org/j0BzAvHpt