Skip to main content

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated Cookie policy, Privacy policy and Terms & Conditions

eichengreen135_Sean GallupGetty Images_lagardemerkel Sean Gallup/Getty Images

O debate político que a Europa precisa

SASKATOON – A zona euro está numa situação difícil. Apesar das doses sucessivas de estímulo monetário do Banco Central Europeu, a inflação permanece obstinadamente abaixo da meta. A política monetária convencional e até a flexibilização quantitativa têm, evidentemente, potencialidade limitada quando as taxas de juro são nulas ou próximas do zero.

Além disso, os céticos monetários preocupam-se com o facto de a redução das taxas prejudicar ainda mais os bancos da Europa. Eles alertam que as compras de ativos adicionais além do nível mensal de 20 mil milhões de euros (22 mil milhões de dólares) já acordados, prejudicarão a liquidez dos mercados financeiros. Ao fazer subir o preço dos ativos, o BCE poderia expor o sistema financeiro a riscos de estabilidade quando esses elevados preços caíssem.

O evento óbvio que precipitaria essa queda seria uma recessão. E quando essa desaceleração se concretizar, o BCE terá pouca margem de manobra para compensar os efeitos, novamente porque as taxas de juro já estão baixas.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

https://prosyn.org/np8Vvuzpt;

Edit Newsletter Preferences