Chris Van Es

A União Necessária da Europa

BRUXELAS – As consequências da crise da dívida Europeia estão demasiado presentes em toda a União Europeia, à medida que as economias em dificuldades tentam estabilizar e crescer ao mesmo tempo. Apesar das decisões importantes tomadas nos últimos dois anos, a realidade é que precisamos de fazer mais para superar os desafios enfrentados pela zona euro.

Estão a ser implementadas medidas de reforma e de consolidação em toda a UE. Foram postas em prática protecções financeiras conjuntas. E o Banco Central Europeu tem demonstrado repetidamente o seu apoio ao euro. Contudo, a nossa determinação é frequentemente subestimada por peritos e parceiros.

Todas as medidas até agora tomadas implicaram um acréscimo de integração Europeia, e não um decréscimo. É verdade que o processo de tomada de decisões no nosso sistema democrático demora por vezes algum tempo. Mas não nos julguem mal: estas negociações têm a ver com os planos de acção, e não com o resultado final. Há vontade política suficiente na UE para fazer o que for necessário para proteger o euro, porque o futuro da moeda única determinará o futuro da integração Europeia.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To read this article from our archive, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you are agreeing to our Terms and Conditions.

Log in

http://prosyn.org/7uZ2Aa7/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.