tchan1_Yuichiro Chino_GettyImages_stock market Yuichiro Chino/Getty Images

Não está iminente uma crise de dívida

NOVA IORQUE – Enquanto países, empresas e famílias enfrentam as consequências económicas da pandemia de COVID-19, muitos analistas de mercado estão a soar o alarme sobre o rápido aumento de uma alavancagem em todo o mundo. E por um bom motivo: numa aceleração de uma tendência de anos, a relação dívida/PIB entre estes três grupos de mutuários deve aumentar 14% este ano, para um registo histórico de 265%. Mas, embora isto tenha aumentado o risco de insolvências e incumprimentos, especialmente entre empresas, a S&P Global Ratings acredita que uma crise de dívida a curto prazo seja improvável.

Dada a maior alavancagem e um contexto operacional desafiante, a S&P desvalorizou as classificações de crédito de cerca de um quinto dos emissores de dívida soberana e corporativa em todo o mundo, principalmente os mutuários de grau especulativo e aqueles que sofrem mais com os efeitos económicos da COVID-19. Para os mutuários corporativos, os riscos de insolvência provavelmente aumentarão se os fluxos de caixa e os lucros não regressarem aos níveis de tendência anteriores à pandemia antes que o estímulo fiscal extraordinário seja retirado.

Na nossa opinião, é provável que o mundo vivencie uma recuperação económica gradual, embora instável, partindo do princípio que as condições de financiamento favoráveis sejam mantidas, num ambiente de taxas mais baixas durante um período mais longo, e que sejam feitos ajustes no comportamento de gastos e de empréstimos. Acrescente-se a isso uma vacina para a COVID-19 amplamente disponível em meados de 2021 e a alavancagem global deverá estabilizar por volta de 2023, com os governos a reduzir o estímulo, as empresas a reparar lentamente os seus balanços e as famílias a gastar de forma mais conservadora.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

or

Register for FREE to access two premium articles per month.

Register

https://prosyn.org/OX8dAfEpt