Rio De Janeiro

Que Está Afligindo o Brasil?

WASHINGTON, DISTRITO DE COLÚMBIA – Após décadas de rápido crescimento econômico e ganhos em renda per capita, o Brasil está convulso. De acordo com o Fundo Monetário Internacional, o PIB do país sofre a ameaça de se contrair mais de 7% no período 2015-2016. Nenhum fator explica, sozinho, esta reviravolta. Quatro, entretanto, explicam.

Para começar, há a tendência estrutural de crescimento dos gastos primários do governo em termos da participação no PIB, que alcançou 36% em 2014, quando em 1991 era de 22%. Esse aumento reflete o desejo político de atacar a pobreza e a desigualdade, que permaneceram desatendidas nas décadas anteriores. Para suportar o aumento, o governo do Brasil elevou impostos sobre o consumo e fez avanços em direção à formalização do mercado de trabalho. No entanto, o investimento público, principalmente em infraestrutura, sofreu. Na verdade, com exceção do período 2005-2008, o investimento total como parcela do PIB permaneceu abaixo de 20% desde 1991.

O segundo fator que contribui para a situação brasileira é o superciclo do preço das commodities. A subida dos preços das commodities que se iniciou em 2004 trouxe muitos benefícios para o Brasil: superávits externos, acumulação de reservas em moeda estrangeira, efeitos positivos sobre a riqueza e maior investimento em setores ligados aos recursos naturais. Além disso, houve a apreciação da taxa de câmbio e a elevação dos patamares de salario mínimo – sem dizer dos desembolsos do setor público indexados a este último – levando o Brasil a desfrutar de um ciclo doméstico virtuoso que trouxe consigo diversos episódios de retorno positivo entre a demanda por serviços e o emprego formal.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To continue reading, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you are agreeing to our Terms and Conditions.

Log in

http://prosyn.org/T10ZE9Q/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.