Preponderância dos Programadores?

NOVA DELI – Marc Andreessen iniciou a sua fortuna ao escrever o código da aplicação que viria a tornar-se o Netscape Navigator, o navegador (browser) da Internet. Andreessen é actualmente um investidor de capital de risco que preconiza a crescente importância do software na actividade comercial dos nossos dias. Na verdade, ele salienta que o software está a dominar o mundo - que será a principal fonte de valor acrescentado – e, de acordo com as suas previsões, a economia global ver-se-á um dia dividida entre as pessoas que dão instruções aos computadores e aquelas que recebem instruções dos computadores.

Com esta afirmação, Andreessen pretende chocar os seus ouvintes, não pelo simples facto de os ver chocados, mas para levá-los a agir relativamente à situação. No sentido de evitar que o mundo seja dividido entre alguns programadores alfa e muitos programadores "executantes", Andreessen pretende que os potenciais "executantes" abandonem os cursos fáceis de artes liberais nas universidades. Em vez disso, pretende que se concentrem em cursos de ciências, tecnologia, engenharia e matemática (CTEM), que são as áreas onde se encontram os bons empregos. Mas conseguirá esta medida resolver o problema levantado por Andreessen?

Talvez não. Existem duas particularidades relativamente à criação de software que permitem que alguns programadores talentosos dominem o mercado e obtenham todos os lucros associados. A primeira: o software com uma ligeira vantagem tem tendência a conseguir uma parcela significativamente maior do mercado disponível, e a segunda: o mercado disponível é global, uma vez que é diminuto o valor despendido para fazer uma cópia adicional e enviá-la para qualquer parte do mundo. Como resultado, aqueles que são criativos e suficientemente competentes para desenvolver um motor de busca que seja um pouco melhor, conquistarão o mercado global.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To access our archive, please log in or register now and read two articles from our archive every month for free. For unlimited access to our archive, as well as to the unrivaled analysis of PS On Point, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/TNsguFY/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.