spence152_Yu Fangping  CostfotoFuture Publishing via Getty Images_supply inflation Yu Fangping / Costfoto/Future Publishing via Getty Images

A luta do lado da oferta contra a inflação

MILÃO - Os esforços dos bancos centrais para conter a inflação alta e crescente vêm alimentando os ventos contrários ao crescimento e ameaçando levar a economia global à recessão. Mas a causa imediata das pressões inflacionárias atuais é um desequilíbrio grande, amplo e persistente entre oferta e demanda. Taxas de juros mais altas vão atenuar a demanda, mas medidas do lado da oferta também têm um grande papel a cumprir nas estratégias para domar a inflação.

Ao longo do último ano, ou quase esse período, a reversão de políticas de contenção pandêmica tem estimulado uma alta simultânea da demanda e contração da oferta. Ainda que isso fosse esperado, a oferta provou ser surpreendentemente inelástica. Nos mercados de trabalho, por exemplo, a escassez vem se tornando a regra, levando a voos cancelados, cadeias de abastecimento interrompidas, restaurantes fechados e desafios para a prestação de serviços de saúde.

Essas carências parecem ser, ao menos em parte, o resultado de uma mudança de preferências impulsionada pela pandemia. Muitos tipos de trabalhadores estão buscando mais flexibilidade - inclusive opções híbridas ou trabalhar de casa - ou condições de trabalho melhores. Os profissionais de saúde, em particular, relatam episódios de burnout causados por seus empregos.

To continue reading, register now.

As a registered user, you can enjoy more PS content every month – for free.

Register

or

Subscribe now for unlimited access to everything PS has to offer.

https://prosyn.org/JHkS4QDpt