3

O novo amanhecer no Japão

DAVOS – Durante anos, os analistas apelidaram o Japão de a terra do sol poente. Eles diziam que para uma economia tão ponderada como a do Japão, o crescimento seria impossível. Eles diziam que a nossa dívida pública era insustentável. Eles apontaram o nosso suposto espírito de demissão como sendo um sintoma de declínio relativo.

Mas agora essas vozes são raramente ouvidas. A economia do Japão tem oscilado do crescimento negativo para o positivo e está à beira de se libertar da deflação crónica. Nesta Primavera, os salários irão aumentar - um desenvolvimento atrasado que levará a um maior consumo. A nossa posição fiscal também melhorou de modo firme, com o meu governo no caminho certo para consolidar as finanças públicas.

E, como a economia melhorou, as pessoas no Japão tornaram-se mais vibrantes e alegres - um estado de espírito reflectido no entusiasmo do povo sobre a escolha de Tóquio para receber os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2020.

Não é, portanto, o crepúsculo, mas sim um novo amanhecer, que está a despontar sobre o Japão. E isso acontece porque superámos a noção de que certas reformas nunca poderiam ser levadas a cabo. Tenho defendido que estou disposto a agir como uma broca, forte o suficiente para furar a rocha sólida dos direitos adquiridos. E assim fizemos.