eichengreen183_Drew AngererGetty Images_chipsandscienceact Drew Angerer/Getty Images

A Nova Política Industrial

MARRAKESH – A política industrial está de volta. E com força total nos Estados Unidos, onde durante décadas a ideologia e a política dominantes minimizaram os esforços do governo para influenciar a estrutura da economia. Agora, em contrapartida, temos a Lei de Emprego e Investimento em Infraestruturas , a Lei CHIPS e Ciência e a Lei de Redução da Inflação, todas com componentes significativos de política industrial.

E o que acontece nos EUA não fica só nos EUA. Outros países, que igualmente buscam preservar e melhorar suas bases industriais, tem reagido com medidas comparáveis. A questão é se o retorno desses esforços liderados pelo governo deveria ser bem-vindo.

A política industrial tem uma longa história, que remonta a Alexander Hamilton, o primeiro secretário do Tesouro dos Estados Unidos, e ao seu Relatório sobre as Manufaturas (1791), se não ainda mais antiga, a Jean-Baptiste Colbert, primeiro-ministro do rei Luís 14 na década de 1660. No final do século 20, porém, a política industrial caiu em desuso. Modelos simples de economia de mercado não proporcionavam qualquer justificativa para uma intervenção governamental seletiva para promover indústrias específicas em locais específicos.

https://prosyn.org/shtMQffpt