kschwab22_ Spencer PlattGetty Images_shops closed covid Spencer Platt/Getty Images

Capitalismo pós-COVID

GENEBRA – Nenhum evento teve, desde o fim da II Guerra Mundial, um impacto global tão profundo como a COVID-19. A pandemia desencadeou uma crise económica e de saúde pública numa escala que não se via há gerações, e agravou problemas sistémicos como a desigualdade e os maneirismos das grandes potências.

A única resposta aceitável a uma crise desta natureza é procedermos a uma “Grande Reinicialização” das nossas economias, políticas e sociedades. Na verdade, este é um momento para reavaliarmos as vacas sagradas do sistema pré-pandemia, mas também para defendermos determinados valores consagrados. A tarefa que enfrentamos consiste na preservação das conquistas dos últimos 75 anos de uma forma mais sustentável.

Nas décadas que se seguiram à II GG, o mundo registou avanços sem precedentes no sentido da erradicação da pobreza, da redução da mortalidade infantil, do aumento da esperança de vida e da expansão da alfabetização. Hoje, a cooperação e o comércio internacionais, que impulsionaram as melhorias do pós-guerra nestas e muitas outras medidas do progresso humano, têm de ser mantidos e defendidos contra um renovado cepticismo sobre as suas vantagens.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

or

Register for FREE to access two premium articles per month.

Register

https://prosyn.org/Os5oOW8pt