5

Enfrentar a Quarta Revolução Industrial

CIDADE DO MÉXICO – A era actual da inovação, em que as tecnologias de ponta estão a perturbar sectores económicos inteiros a um ritmo vertiginoso, recebeu a designação de "Quarta Revolução Industrial". É também o tema da reunião anual do Fórum Económico Mundial, que terá lugar esta semana em Davos, na Suíça - e com toda a justeza. Nos próximos anos, a amplitude e o ritmo da inovação irão transformar as formas de produção, distribuição e consumo. A fim de maximizar os benefícios, temos agora de adoptar medidas para preparar as nossas economias e sociedades, centrando-nos em três domínios fundamentais: a educação, o ambiente empresarial, e a conectividade.

O capital humano é essencial para o sucesso de uma economia, e o México não é excepção. É por isso que o meu Governo está a investir fortemente na melhoria da educação a todos os níveis.

Por exemplo, lançámos recentemente "Notas para Infra-estruturas de Educação," veículos de investimento privado que nos permitirão canalizar cerca de 3 mil milhões de dólares para melhorar as instalações de escolas do primeiro ciclo nos próximos três anos. Além disso, durante o ano lectivo actual, distribuímos tablets por cerca de metade dos 2,3 milhões de alunos que frequentam o quinto ano no México.

Estamos igualmente a trabalhar no sentido de garantir que as gerações actuais e futuras desenvolvam as competências necessárias para prosperar num mercado de trabalho em constante evolução. No ano passado, mais de 110.000 estudantes no México obtiveram diplomas académicos em áreas como a engenharia, a produção e a construção, o que representa um número mais elevado do que em alguns dos países mais desenvolvidos, incluindo França, Alemanha e Reino Unido.