Novos caminhos para o financiamento do desenvolvimento

WASHINGTON, DC – Quando, no próximo ano, atingirmos a meta temporal traçada para a consecução dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM), o mundo irá reconhecer que muito já se fez. O número de pessoas que carece de acesso a água potável foi reduzido para metade, melhorando a vida de mais de 100 milhões de habitantes de bairros degradados; a igualdade entre os sexos no ensino foi reforçada e os cuidados de saúde tornaram-se mais acessíveis a milhões de pessoas. Contudo, ainda há muito por fazer, muitos países estão a ficar para trás e verificam-se enormes discrepâncias entre países.

A agenda de desenvolvimento pós-2015 promete preencher as lacunas dos ODM, acrescentando simultaneamente objectivos relacionados com a inclusão, a sustentabilidade, o emprego, o crescimento, a governação e a cooperação. O sucesso dependerá da capacidade dos líderes mundiais para aplicar a experiência passada, não só no desenvolvimento de políticas e programas eficazes, mas também na procura de formas inovadoras para financiá-los.

Um relatório recente do Grupo do Banco Mundial (GBM), intitulado Financiamento do Desenvolvimento Pós-2015, identifica três grandes considerações que devem nortear a próxima agenda de desenvolvimento. Primeiro, a maioria dos pobres do mundo vive agora em países de rendimento médio e grande parte vive em países com rendimentos mais elevados. Em segundo lugar, o foco do debate sobre o financiamento do desenvolvimento passou da perspectiva quantitativa em termos de ajuda para uma abordagem também qualitativa – que inclui a capacidade de promover outras fontes de financiamento. Por fim, as economias emergentes tornaram-se importantes motores do crescimento económico global, registando-se um crescente estreitamento das relações com países em desenvolvimento.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To access our archive, please log in or register now and read two articles from our archive every month for free. For unlimited access to our archive, as well as to the unrivaled analysis of PS On Point, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/1rKkQLt/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.