Desgoverno da lei na China

FILADÉLFIA - Um acordo de última hora entre os Estados Unidos e a China pode proporcionar ao advogado defensor dos direitos humanos e activista, Chen Guangcheng, a oportunidade de se matricular na Faculdade de Direito em Nova Iorque. Mas, mesmo que uma saída para o fracasso diplomático esteja a ser disponibilizada, existe muita coisa sobre o caso que permanece preocupante. Em particular, apesar de mais de três décadas de reforma jurídica na China, Chen tinha muito poucos recursos para combater a perseguição e a prisão domiciliária nas mãos das autoridades chinesas.

Na verdade, 23 anos após o dissidente Fang Lizhi se ter refugiado na embaixada dos EUA na sequência da repressão na Praça Tiananmen, a única opção de Chen era dar o mesmo salto difícil para os braços dos diplomatas norte-americanos. O caso de Chen revela fragilidades no sistema jurídico da China e deve despoletarum impulso para construir laços mais fortes entre os activistas de direitos humanos da China e a profissão jurídica no sentido mais amplo da palavra.

Chen atingiu uma posição de relevo como activista jurídico auto-didacta, após ter desafiado a aplicação rigorosa das políticas de planeamento familiar. A sua abordagem reflectiu uma maior tendência da resistência baseada nos direitos na China, que teve início no final de 1990; Chen fazia parte de um círculo restrito de advogados e de activistas, alguns bem conhecidos e outros não, que queriam ver o governo a comportar-se de acordo com as suas próprias regras.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To access our archive, please log in or register now and read two articles from our archive every month for free. For unlimited access to our archive, as well as to the unrivaled analysis of PS On Point, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/X5iS1CQ/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.