5

Guerras de Drones

BRUXELAS – “Um dia organizarão uma guerra e ninguém aparecerá,” escrevia esperançosamente o poeta Americano Carl Sandburg em 1936. Hoje o seu sentimento parece mais adequado que nunca, mas não porque a humanidade se tornou pacifista. Pelo contrário, as guerras cada vez mais se travam remotamente, com drones – ou veículos aéreos não tripulados (VANT) – que cometem assassinatos.

Com o Presidente Barack Obama, o número de ataques de drones levados a cabo pelos Estados Unidos disparou, com mais de 300 ataques de VANT registados só no Paquistão. Em Março de 2011, a Força Aérea dos EUA treinou pela primeira vez mais pilotos para drones do que para qualquer outra função.