President of the Asian Investment Infrastructure Bank Li Xin/Xinhua via ZUMA Wire

The Year Ahead 2016

O BAII está pronto para iniciar actividade

PEQUIM – O lançamento histórico do Banco Asiático de Investimento em Infra-estruturas (BAII) nas próximas semanas foi largamente antecipado, e com razão. Quando iniciar actividade, o BAII juntar-se-á à família das instituições financeiras multilaterais no apoio ao desenvolvimento económico e social de ampla base na Ásia. O investimento em infra-estruturas sólidas e sustentáveis contribuirá para gerar melhores resultados em termos de desenvolvimento, melhorar as condições de vida dos cidadãos da Ásia e gerar efeitos positivos indirectos em outras partes do mundo.

Ao longo do último ano, nas reuniões em que participei com pessoas de todo o mundo e de diferentes estratos sociais, pediram-me muitas vezes que explicasse por que razão é necessário outro banco multilateral de desenvolvimento, e em que medida o BAII será diferente de, por exemplo, o Banco Mundial ou o Banco Asiático de Desenvolvimento.

As respostas são claras. O papel e a importância da Ásia no plano internacional têm aumentado, mas a região enfrenta graves lacunas a nível de infra-estruturas e estrangulamentos complicados. As necessidades da Ásia a nível de investimento em infra-estruturas cresceram exponencialmente, pelo que os recursos do BAII aumentarão o volume de recursos multilaterais disponíveis para ajudar a dar-lhes resposta.

To continue reading, please subscribe to On Point.

To access On Point, log in or register now now and read two On Point articles for free. For unlimited access to the unrivaled analysis of On Point, subscribe now.

required

Log in

http://prosyn.org/FXcneae/pt;
  1. Donald Trump delivers his address to a joint session of Congress  Bill Clark/CQ Roll Call/Getty Images

    Trump’s Abominable Snow Job

    • In the 2016 US presidential election, Donald Trump presented himself as a populist who would protect America’s “forgotten” workers from the disruptions of trade and immigration and the nefarious designs of unnamed elites.

    • But, a year after assuming office, it has become abundantly clear that “America first” means workers come last.
  2. Project Syndicate

    PS Commentators’ Best Reads in 2017

    • For the first time, Project Syndicate has asked its contributors what they’ve been reading, and why. 

    • Their choices may surprise, but surely will not disappoint, readers seeking the most important books on history, politics, economics, as well as more than one novel.