ang10_XinhuaJu Peng via Getty Images_xi jinping poverty alleviation XinhuaJu Peng via Getty Images

Será que Xi pode acabar com a era dourada da China?

ANN ARBOR – No espaço de uma geração, uma nova classe de milionários emerge de uma sociedade na qual milhões de migrantes rurais trabalhavam duramente em fábricas por um salário de miséria. O suborno torna-se o modo de influência mais comum na política. Os oportunistas especulam de forma imprudente sobre terrenos e imóveis. Os riscos financeiros aumentam à medida que os governos locais fazem empréstimos para financiar ferrovias e outros grandes projetos de infraestrutura. E tudo isso está a acontecer no mercado emergente mais promissor do mundo e numa potência mundial em ascensão.

Não, esta não é uma descrição da China contemporânea, mas sim dos Estados Unidos durante a Era Dourada (aproximadamente entre as décadas de 1870 e 1900). Este período de formação do capitalismo americano é lembrado como era “dourada”, em vez de era “de ouro”, porque sob a aparência de uma rápida industrialização e do crescimento económico, havia muitos problemas que se agravavam.

As reações públicas contra a Era Dourada desencadearam amplas reformas económicas e sociais que deram início à Era Progressiva (aproximadamente entre as décadas de 1890 e 1920). Essa revolução nacional, juntamente com as aquisições imperiais no estrangeiro, pavimentou o caminho para a ascensão dos EUA como a superpotência do século XX.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

or

Register for FREE to access two premium articles per month.

Register

https://prosyn.org/6qB0Ydopt