buiter22_BEHROUZ MEHRIAFP via Getty Images) Behrouz Mehri/AFP via Getty Images

O melhor de todos os mundos possíveis para o mercado

NOVA IORQUE – Apesar de ser provável que a incerteza sobre os resultados das eleições presidenciais nos EUA se arraste, o mercado bolsista tem registado subidas. Desde que as eleições demorem semanas (em vez de meses) para se decidirem, e que ambos os candidatos acabem por aceitar os seus resultados como legítimos, poderemos esperar que o sentimento das empresas e o optimismo das famílias permaneçam robustos. Na verdade, a única surpresa desta semana reside no facto da competição pelo Colégio Eleitoral ter sido tão acirrada. O atraso na contagem dos votos já era de esperar, e a ebulição do mercado e o sentimento económico positivo estão a acompanhar as tendências anteriores.

Se as principais previsões da comunicação social dominante fossem tomadas a sério, os mercados parecem ter previsto, pelo menos até 3 de Novembro, que Joe Biden teria uma vitória confortável, e que os Democratas recuperariam o Senado e manteriam o controlo da Câmara dos Representantes. Se isso tivesse acontecido, os Democratas poderiam ter interpretado essa vitória retumbante como um mandato para uma agenda progressiva e activista. Com grande probabilidade, isso traduzir-se-ia em aumentos importantes na despesa pública em bens e serviços (nomeadamente, na saúde e no ensino), reformas tributárias e regulamentares prejudiciais para as empresas, mais políticas proteccionistas para o comércio e o investimento estrangeiro e uma ambiciosa redistribuição de rendimentos (que incluiria incentivos para a Segurança Social e para subsídios de desemprego). Os mercados teriam interpretado uma tal agenda como contrária à valorização de activos de risco.

Mas agora que os Republicanos parecem estar a caminho de conservar o controlo do Senado, e que registaram ganhos surpreendentes na Câmara, não existirá mandato para uma agenda Democrata ambiciosa. Quaisquer políticas que se adoptem terão de reunir pelo menos algum apoio bipartidário. Os legisladores ficarão reduzidos a negociar medidas que sejam amplamente aceites, tais como estímulos fiscais cíclicos para apoio às empresas. Comparativamente às anteriores expectativas de uma onda azul, os mercados encaram este cenário como um motivo para comemorações.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

or

Register for FREE to access two premium articles per month.

Register

https://prosyn.org/EnXKzSqpt