Skip to main content

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated Cookie policy, Privacy policy and Terms & Conditions

acemoglu11_Spencer PlattGetty Images_ukrainegirlflowerstape Spencer Platt/Getty Images

Como estancar a corrupção na Ucrânia

CAMBRIDGE – No momento de euforia imediatamente após o colapso da União Soviética, poucos imaginariam que a Ucrânia, um país industrializado com uma mão-de-obra qualificada e vastos recursos naturais, sofreria de estagnação durante os próximos 28 anos. A vizinha Polónia, que era mais pobre que a Ucrânia em 1991, conseguiu quase triplicar o seu PIB per capita (em paridade do poder de compra) nas três décadas seguintes.

A maioria dos ucranianos sabe porque ficaram para trás: o seu país é um dos mais corruptos do mundo. Mas a corrupção não cai do céu, e por isso a verdadeira questão reside no que a provoca.

Tal como nas restantes repúblicas Soviéticas, há muito que o poder da Ucrânia estava concentrado nas mãos das elites do Partido Comunista, que eram frequentemente nomeadas pelo Kremlin. Mas o Partido Comunista da Ucrânia era quase um transplante do próprio Partido Comunista da Rússia, e funcionava normalmente às custas dos ucranianos nativos.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

https://prosyn.org/xjprlHppt;