Lições de uma tragédia grega

ATENAS – Uma visita à Grécia transmite muitas impressões vívidas. Há, evidentemente, a história rica do país, a abundância de locais arqueológicos, os céus azuis-celestes e os mares cristalinos. Mas há também a intensa pressão sob a qual a sociedade grega está agora a funcionar - e a extraordinária coragem com a qual os cidadãos comuns estão a lidar com o desastre económico.

Inevitavelmente, uma visita também levanta questões. Em particular, o que deveriam ter feito os governantes, de diferente, para enfrentarem a crise financeira do país?

Os erros políticos críticos foram os cometidos no início da crise. Já era claro no primeiro semestre de 2010, quando a Grécia perdeu o acesso aos mercados financeiros, que a dívida pública era insustentável. A dívida soberana do país deveria ter sido reestruturada sem demora.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To continue reading, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you are agreeing to our Terms and Conditions.

Log in

http://prosyn.org/xHmGo0Y/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.