Aerial view of the building dubbed as the Hanging Gardens of Babylon VCG/VCG via Getty Images

Cidades Mais Verdes, Cidades Melhores

WASHINGTON, DC – Como deverá ser uma cidade “verde”? Deverá assemelhar-se a Copenhaga com elevadas altas taxas de deslocações em bicicleta e reciclagem? Ou assemelhar-se a Curitiba, capital do estado do Paraná no Brasil, cujo planeamento tem como foco a circulação pedestre? Ou talvez com a capital da Etiópia, Adis Abeba, que é exclusivamente alimentada com energias renováveis?

Com mais de 50% da população mundial a viver actualmente em zonas urbanas – uma percentagem que está a aumentar rapidamente – a resposta a esta pergunta irá moldar o futuro colectivo. Contudo, pode ser mais evidente do que imaginamos: para tornar as cidades “mais verdes” - isto é, menos poluídas, mais eficientes em termos de recursos e mais resilientes do ponto de vista ambiental- devemos torná-las literalmente mais verdes.

Os debates sobre a "ecologização" das cidades reconhecem geralmente a importância das infra-estruturas sustentáveis e do planeamento urbanístico inteligente. O que muitas vezes ignoram é que a natureza é a infra-estrutura original do mundo e que as soluções baseadas na natureza podem ajudar as cidades a enfrentar alguns dos maiores desafios com que são confrontadas a nível de planeamento, tais como a poluição do ar e da água, a escassez de água e o calor extremo, cuja situação é agora mais grave devido às alterações climáticas.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

http://prosyn.org/trvBTZN/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.