O Voto da Ucrânia e o Destino da Rússia

ESTOCOLMO – Quando os eleitores da Ucrânia forem às urnas a 26 de Outubro, não estará em causa apenas o destino do seu país; também estará em causa o futuro de uma parte significativa da Europa. Em termos simples: o futuro da Ucrânia decidirá o futuro da Rússia, e o futuro da Rússia terá um impacto substancial no futuro da Europa.

Quando a União Soviética colapsou há mais de duas décadas, e a Ucrânia optou pela independência, muitos esperaram que o país evoluísse mais do que a Rússia nos anos seguintes. Mas os acontecimentos evoluíram de modo diferente.

Durante a primeira década do novo século, a Rússia beneficiou do efeito combinado de uma antiga indústria de hidrocarbonetos tornada mais eficiente pela privatização na década de 1990, e dos elevados preços do petróleo. A reversão da procurada diversificação económica, e a redução da “modernização” a pouco mais que um chavão, não causaram preocupações imediatas.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To read this article from our archive, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles from our archive every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/wKYjLXC/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.