Refugee Camp, Dadaab, Kenya Edwina Pickles/Fairfax Media/Fairfax Media via Getty Images

O Poder de Capacitar os Refugiados

CAMPALA - Numa pequena comunidade da linha do Equador, crianças de diversas origens frequentam o ensino numa das principais escolas de primeiro ciclo da região. A escola tem uma charanga, uma quinta, uma comunidade de artistas, micro-financiamento, bem como clubes literários e grupos de apoio para as vítimas de violência doméstica. Existe, inclusivamente, um programa de orientação para ajudar as raparigas afectadas por conflitos a prosseguirem os estudos.

Este paraíso do ensino não se encontra num país rico com recursos ilimitados; é um campo de refugiados situado no Uganda Ocidental. Não é financiado por fundos de ajuda externa, mas por refugiados que contam com um orçamento restrito. Além disso é um projecto que visa a capacitação dos refugiados em toda a parte.

Esta experiência ao nível do ensino dos refugiados teve início em 2005, quando eu e outras crianças vivíamos no acampamento de refugiados de Kyangwali, no distrito de Hoima (Uganda). Com pouca comida e acesso limitado aos cuidados de saúde, lutámos para sobreviver; o ensino formal estava fora de questão. No entanto, porque entendíamos que a educação era a chave para a prosperidade, ensinávamos uns aos outros o que podíamos. Os alunos mais velhos ensinavam os alunos mais jovens e todos trabalhavam para ganhar dinheiro para comprar livros didácticos e fardas.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

http://prosyn.org/hdzi53c/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.