Vaccinations children development aid Farooq Naeem/AFP/Getty Images

A Verdade sobre a Ajuda ao Desenvolvimento

SEATTLE - O recém-lançado plano orçamental para 2018 do presidente dos EUA, Donald Trump, propõe cortes significativos na ajuda externa dos EUA, facto que suscita o debate sobre o papel destas despesas na melhoria da saúde e do bem-estar das pessoas mais vulneráveis do mundo. Este debate é importante, porque, quando se trata de reduzir muitas das maiores desigualdades do mundo, a ajuda é mais importante do que nunca - e talvez ainda mais - por razões que não são amplamente compreendidas.

Nos últimos 25 anos, os programas de ajuda externa ajudaram a iniciar uma era de progresso sem precedentes no mundo em desenvolvimento. A mortalidade infantil e a pobreza extrema foram reduzidas para metade. As parcerias multilaterais inovadoras como o Fundo Global e a Aliança Mundial de Vacinas (GAVI) — das quais os Estados Unidos são o maior financiador — salvaram milhões de vidas com a redução do fardo de doenças infecciosas como a malária, o VIH e a tuberculose. a Fundação Bill & Melinda Gates está orgulhosa de colaborar com estas iniciativas em prol da redução dos custos das vacinas e de outras intervenções, aumentando assim o seu impacto mensurável na saúde global.

A experiência mostra que os programas de saúde e de desenvolvimento geram dividendos económicos importantes. Por cada dólar investido em imunização infantil, por exemplo, os países em desenvolvimento obtêm 44 dólares em benefícios económicos.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To continue reading, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you are agreeing to our Terms and Conditions.

Log in

http://prosyn.org/XWLksAW/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.