dixsondecleve4_Joe RaedleGetty Images_agriculture Joe RaedleGetty Images

Em defesa de um Conselho para a Estabilidade dos Sistemas Alimentares

LONDRES – A pandemia de COVID-19, a subida das taxas globais de pobreza e de desigualdade, a persistência de conflitos e a escalada da crise climática e da biodiversidade são choques e tensões que, no seu conjunto, contribuem para aumentar a fome e a insegurança alimentar e nutricional. Para ajudar a resolver este problema urgente de forma mais eficaz, e para tornar o sistema alimentar global mais estável e resistente, os governos deveriam considerar a implementação de um Conselho para a Estabilidade dos Sistemas Alimentares (CESA), liderado pelas Nações Unidas.

Hoje, entre 720 milhões e 811 milhões de pessoas – cerca de 10% da população mundial – deitam-se com fome todas as noites, e pelo menos 2,4 mil milhões não conseguem aceder a uma dieta saudável e nutritiva. Na ausência de uma acção internacional considerável, estas tendências deverão persistir. O último relatório do Painel Intergovernamental sobre as Alterações Climáticas demonstra que os efeitos do aquecimento global não pouparam nenhuma região, com consequências significativas para o sistema alimentar durante as próximas décadas.

Os sistemas alimentares sustentam a segurança da economia global, assim como da segurança nacional em muitos países: historicamente, a fome e a falta de acesso a alimentos motivam a agitação civil. Estes sistemas também estão entre os principais motores da perda de ecossistemas e das alterações climáticas, com a agricultura e a reafectação de solos responsáveis por um quarto das emissões globais de gases com efeito de estufa. Ao mesmo tempo, ecossistemas como florestas, mangais e o oceano são centrais para os esforços da humanidade, no sentido da adaptação às alterações climáticas que já se verificam.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

or

Register for FREE to access two premium articles per month.

Register

https://prosyn.org/xV1bis0pt