O Papa e o Partido

ALBERTA – À medida que o século XX se aproximava, o Papa Leão XIII, lamentando a escolha da humanidade entre o socialismo ateu e o liberalismo venal, encarregou os intelectuais católicos de idealizar uma solução melhor. O corporativismo, nome que se atribuiu ao conceito, foi definido na encíclica Rerun Novarum de 1891. O Papa Pio XI, sucessor do Papa Leão no período entre-guerras, referiu que o corporativismo "estabelecia, para toda a humanidade, as regras mais seguras para a correcta resolução do complicado problema das relações humanas denominado "a questão social".

O corporativismo (que deverá ser distinguido das estruturas de negociação tripartidas que surgiram em muitos países na década de 1970 sob a denominação "neocorporativismo")tornou-se a mais influente forma de intervenção - eticamente motivada - na economia da história moderna. Considerado doutrina católica social até o final do século XX, o Corporativismo ainda molda constituições, leis e atitudes em todo o mundo. O corporativismo pode ser destrinçado em quatro princípios:

·         A igualdade é uma ilusão cruel: as pessoas são mais felizes se estiverem devidamente posicionadas numa hierarquia legitimada pelos ensinamentos católicos.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To read this article from our archive, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles from our archive every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/7sloBAJ/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.