Dean Rohrer

O Fim da Fome e da Subnutrição

ROMA – Por vezes acontece algo que pode ter um grande impacto sobre a humanidade, mas que na altura passa em grande parte despercebido. Um desses momentos aconteceu na sexta-feira dia 7 de dezembro em Roma. O Conselho da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), decidiu que o objetivo da FAO não deve ser simplesmente reduzir a fome, mas sim erradicar a fome, a insegurança alimentar e a subnutrição. O próximo passo é que esta mudança seja confirmada pela Conferência da FAO em junho de 2013, que conta com a participação de todos os países membros da Organização.

Para muitos, esta pequena mudança de palavras pode parecer trivial. Os críticos também argumentam que a adoção de um objetivo sem definir uma data para a sua realização não tem grande significado. Outros podem até dizer que a ideia de erradicar a fome não faz sentido, porque nos faltam os meios para fazê-lo.

Durante os últimos 12 anos, o Objetivo de Desenvolvimento do Milénio (ODM) de reduzir para metade a fome até 2015 tem sido o principal motor da redução da fome. A proporção de pessoas com fome nos países em desenvolvimento diminuiu significativamente – de 23,2% em 1990-92 para 14,9% atualmente. No entanto, esse declínio deve-se mais ao aumento da população mundial do que à ligeira redução do número real de pessoas com fome, de cerca de 980 para 852 milhões.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To access our archive, please log in or register now and read two articles from our archive every month for free. For unlimited access to our archive, as well as to the unrivaled analysis of PS On Point, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/6tkFCKO/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.