Tim Brinton

Estará a Europa livre de perigo?

HONOLULU – A crise da zona euro acabou, ou é isso que nos estão a tentar vender. Mas será que um par de trimestres de crescimento económico consegue apoiar as pretensões de uma recuperação?

Não há dúvida que as perspectivas para a Europa melhoraram desde o início de 2012. Dez países da zona euro tinham acabado de ser desprestigiados pela agência de classificação de risco Standard & Poor's. A actividade económica estava numa espiral descendente, enquanto os investidores nervosos fugiam dos bancos do Sul da Europa. O governo espanhol estava prestes a nacionalizar o Bankia, o quarto maior banco do país, mas não poderia dizer onde iria obter os fundos para recapitalizá-lo. As taxas de juro das obrigações governamentais subiram em flecha.

Na Grécia, entretanto, as eleições aproximavam-se, entre receios de que o novo governo rejeitaria o acordo de financiamento do país com a União Europeia e o Fundo Monetário Internacional. Nessa altura, o país poderia ver-se obrigado a sair da zona euro.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To continue reading, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you are agreeing to our Terms and Conditions.

Log in

http://prosyn.org/LY61Y2x/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.