2

Os Benefícios do IDE Chinês

BERKELEY – Num acto raro de consenso partidário, o Congresso dos Estados Unidos aprovou recentemente legislação para encorajar a entrada de mais investimento directo estrangeiro. Democratas e Republicanos concordam que o IDE, ou “insourcing”, é importante para os empregos e competitividade dos EUA. Têm razão.

Mas, mesmo enquanto propõem novas medidas para cortejar investidores estrangeiros, muitos membros de ambos os partidos no Congresso nutrem preocupações profundas sobre o IDE proveniente da China, por razões tanto de segurança nacional como económicas. Estas preocupações são injustificadas, e políticas discriminatórias de restrição de um tal investimento são imprudentes.

O governo dos EUA já tem controlos adequados em vigor para rever e impedir o IDE proveniente de todos os países, incluindo da China, que coloque riscos anti-concorrenciais ou de segurança nacional. Os investimentos que transpõem estes controlos beneficiam a economia dos EUA em numerosos aspectos e deveriam ser saudados.

As empresas detidas por estrangeiros nos EUA respondem por 5% do emprego no sector privado, 17% dos empregos na indústria, 21% das exportações, 14% da pesquisa e desenvolvimento, e 17% da colecta aos rendimentos das sociedades. Reconhecendo as significativas contribuições do IDE para a economia dos EUA, o Conselho para o Emprego e Competitividade do Presidente Barack Obama sancionou o novo programa Select USA para coordenar esforços intragovernamentais para a sua promoção.