suzman5_YE  AUNG  THU_AFP_Getty Images_farming technology Ye Aung Thu/AFP/Getty Images

O lado bom da perturbação digital

SEATTLE –A tecnologia é muitas vezes promovida exageradamente tanto como uma panaceia para os problemas do mundo ou como uma maldição inabalável que inflige perturbações e desvios nos mais vulneráveis. Mas historicamente, nenhuma dessas caracterizações é exata. Do motor a vapor ao computador pessoal, as invenções transformaram as sociedades de formas complexas. Em suma, contudo, a tecnologia sempre criou mais empregos e oportunidades económicas do que destruiu. Essa tendência, provavelmente, continuará.

Porque é que estou tão otimista? Porque para onde quer que eu olhe, os líderes estão a reposicionar as suas economias para garantirem que a mudança tecnológica e a automatização sejam ativas e não passivas. Tal como a Pathways for Prosperity Commission, localizada na Universidade de Oxford, recentemente observou, com otimismo e ação coletiva, as conhecidas tecnologias de ponta podem empoderar até os países mais pobres.

Durante grande parte da história moderna, a industrialização orientada para a exportação e a riqueza de recursos naturais foram vistas como os únicos mecanismos para o crescimento sustentado no mundo em desenvolvimento. Mas hoje, as novas tecnologias e a capacidade de combiná-las com inovações antigas deram às pessoas mais voz sobre as suas reservas económicas.

To continue reading, register now.

Subscribe now for unlimited access to everything PS has to offer.

Subscribe

As a registered user, you can enjoy more PS content every month – for free.

Register

https://prosyn.org/IayNJogpt