Vencendo os Assassinos de Crianças

GENEBRA – Peça-se à maioria das pessoas para nomear as duas principais causas de morte entre as crianças, e serão provavelmente referidas a malária e o VIH. Na verdade, são a pneumonia e a diarreia – os “assassinos esquecidos” – as responsáveis pelo maior número de mortes, reivindicando todos os anos mais de dois milhões das vidas mais vulneráveis.

Em conjunto, estas duas doenças são responsáveis por 29% de todas as mortes de crianças com menos de cinco anos. Isso representa mais do dobro do total combinado do VIH e malária, e quase tantas como o conjunto de todas as outras doenças infecciosas, lesões, e condições pós-neonatais.

Porém, por mais chocantes que sejam estas estatísticas, o que é talvez ainda mais surpreendente é o quanto a pneumonia e a diarreia são evitáveis – tanto, que seria bem possível introduzir medidas que reduzissem o número de mortes a quase zero por volta de 2025. É precisamente isso que nos propomos fazer agora.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To read this article from our archive, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/QwOiIxb/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.