Skip to main content

Os Outros Suspeitos de Violação da Suécia

NOVA IORQUE - É difícil para mim, uma defensora dos direitos humanos contra a violação e outras formas de violência contra as mulheres, compreender a preguiça e a ignorância intencional que caracterizam grande parte da cobertura dos meios de comunicação social em relação às acusações de violação que recaem sobre o fundador do WikiLeaks, Julian Assange. Informar que estamos  simplesmente a testemunhar a justiça sueca em acção, é demonstrativo da falta de empenho em fazer qualquer trabalho de investigação - nem mesmo o mínimo dos mínimos que é pegar num telefone. Na verdade, assistimos a uma distorção bizarra no que diz respeito à forma como a Suécia trata os casos de crimes sexuais - este caso mostra a dura realidade da indiferença, ou pior, sofrida pelas vítimas daquele e de outros países.

Se eu fosse violada em Uppsala, onde Assange é acusado de ter cometido os crimes, não teria a expectativa de que os altos magistrados do ministério público pressionassem governos de forma a deter o meu agressor. Pelo contrário, os violadores e agressores "comuns" de mulheres na Suécia devem supor que a polícia poderá não responder quando é chamada. Quando tentei ligar para a linha de atendimento a vítimas de violação do Centro de Atendimento a Mulheres Vítimas de Violação gerido pelo governo, em Estocolmo, nem sequer me atenderam o telefone - e não havia atendedor de chamadas.

Segundo os advogados dos serviços suecos de atendimento a vítimas de violação, um terço das mulheres suecas, quando atingem a maioridade já foram vítimas de abuso sexual. Na verdade, segundo um estudo publicado em 2003 e de acordo com outros estudos levados a cabo em 2009, a Suécia é o país da Europa com a taxa mais elevada de crimes de abuso sexual e regista as taxas de condenação mais baixas.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

https://prosyn.org/lAlt6P6/pt;
  1. haass103_GettyImages_redeastasiamapdotslines Getty Images

    Asia’s Scary Movie

    Richard N. Haass

    A snapshot of Asia would show a region at peace, with stable societies, growing economies, and robust alliances. But, if we view history as a moving picture, we may well come to look back on this moment as the time in which the most economically successful part of the world began to come apart.

  2. roubini130_GettyImages_iphonehandstealingpiggybank Getty Images

    The Great Crypto Heist

    Nouriel Roubini

    Cryptocurrencies have given rise to an entire new criminal industry, comprising unregulated offshore exchanges, paid propagandists, and an army of scammers looking to fleece retail investors. Yet, despite the overwhelming evidence of rampant fraud and abuse, financial regulators and law-enforcement agencies remain asleep at the wheel.

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.