O ciclo de paz e de prosperidade

NOVA IORQUE – Na 68.ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, que teve início no dia 17 de Setembro, os líderes mundiais estão a lançar as bases de uma agenda de desenvolvimento que irá suceder aos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM), que atingem o seu termo em 2015. Os próximos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável serão baseados no entendimento de que o desenvolvimento económico é a chave para melhorar o bem-estar dos seres humanos e garantir os direitos das pessoas mais vulneráveis. Mas, a fim de fazer um verdadeiro progresso, os governantes têm de considerar os factores que condicionam o desenvolvimento, especialmente a violência e o conflito.

Segundo o Índice Global da Paz, o controlo da violência – incluindo os conflitos internos e externos, bem como os crimes violentos e homicídios – custou ao mundo cerca de 9,5 biliões de dólares ou 11% do PIB global, no ano passado. Isso é 75 vezes o volume de ajuda pública externa ao desenvolvimento, em 2012, que ascendeu a 125,6 mil milhões de dólares, e quase o dobro do valor da produção agrícola anual em todo o mundo. (Numa outra perspectiva, a crise financeira global pós-2008 fez com que o PIB mundial caísse 0,6%.)

Isto significa que se o mundo reduzisse a sua despesa relacionada com a violência em aproximadamente 50%, poderia pagar a dívida do mundo em vias de desenvolvimento (4,1 biliões de dólares), proporcionar dinheiro suficiente para o Mecanismo Europeu de Estabilidade (900 mil milhões de dólares) e financiar o valor adicional necessário para alcançar os ODM (60 mil milhões de dólares).

To continue reading, please log in or enter your email address.

Registration is quick and easy and requires only your email address. If you already have an account with us, please log in. Or subscribe now for unlimited access.

required

Log in

http://prosyn.org/2xiZkaX/pt;