A segunda oportunidade do Japão

TÓQUIO – O Presidente dos EUA, Barack Obama, está de visita a Tóquio num momento único da história do meu país, com a economia do Japão a mover-se em direcção a um novo caminho de crescimento estável que irá tirar o máximo proveito da sua posição geográfica. O Japão já não se considera como o “Extremo” Oriente; estamos, mais propriamente, no centro da Orla do Pacífico e somos vizinhos do centro de crescimento do mundo que se estende do Sudeste da Ásia até à Índia.

É inquestionável que este centro de crescimento continuará a impulsionar a economia do Japão para o futuro previsível. O investimento directo japonês está a expandir-se no Vietname e na Índia, por exemplo, o que irá aumentar a procura por ferramentas de maquinaria japonesas e bens de capital.

Mas, para maximizar as suas oportunidades, o Japão deve abrir ainda mais a sua economia e tornar-se num país que incorpora activamente capital, recursos humanos e sabedoria do exterior. O Japão deve ser um país capaz de crescer, canalizando a vitalidade de uma Ásia em crescimento.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

http://prosyn.org/nUBoGiz/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.