A segunda oportunidade do Japão

TÓQUIO – O Presidente dos EUA, Barack Obama, está de visita a Tóquio num momento único da história do meu país, com a economia do Japão a mover-se em direcção a um novo caminho de crescimento estável que irá tirar o máximo proveito da sua posição geográfica. O Japão já não se considera como o “Extremo” Oriente; estamos, mais propriamente, no centro da Orla do Pacífico e somos vizinhos do centro de crescimento do mundo que se estende do Sudeste da Ásia até à Índia.

É inquestionável que este centro de crescimento continuará a impulsionar a economia do Japão para o futuro previsível. O investimento directo japonês está a expandir-se no Vietname e na Índia, por exemplo, o que irá aumentar a procura por ferramentas de maquinaria japonesas e bens de capital.

Mas, para maximizar as suas oportunidades, o Japão deve abrir ainda mais a sua economia e tornar-se num país que incorpora activamente capital, recursos humanos e sabedoria do exterior. O Japão deve ser um país capaz de crescer, canalizando a vitalidade de uma Ásia em crescimento.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To access our archive, please log in or register now and read two articles from our archive every month for free. For unlimited access to our archive, as well as to the unrivaled analysis of PS On Point, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/nUBoGiz/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.