A Rússia Fica em Casa

MADRID – Apenas três dias antes do seu regresso ao Kremlin como presidente da Rússia, Vladimir Putin encontrou-se privadamente na sua residência de Novo-Ogaryovo, às portas de Moscovo, com o Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA Tom Donilon, que aí fora para transmitir a renovada determinação do Presidente Barack Obama em fortalecer a cooperação com a Rússia. Mas Donilon regressou a casa de mãos vazias: Putin não participará na cimeira do G-8 a 18-19 de Maio em Camp David, nem na cimeira da OTAN em Chicago a 20-21 de Maio, apesar do esforço de Obama em agradar à Rússia ao transferir a cimeira do G-8 de Chicago.

Como resultado, aquele que teria sido o primeiro encontro entre Obama e Putin depois do seu regresso à presidência Russa foi adiado até à cimeira do G-20 em Los Cabos, México, marcada para 18-19 de Junho. Este atraso provocou muita especulação.

Alguns apontam como causa para a ausência de Putin as recentes tensões entre a Rússia e os Estados Unidos, decorrentes da resposta crescentemente dura aos protestos dos seus oponentes domésticos. Outros sugerem que o distanciamento de Putin deriva de lutas internas no Kremlin.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

Get unlimited access to PS premium content, including in-depth commentaries, book reviews, exclusive interviews, On Point, the Big Picture, the PS Archive, and our annual year-ahead magazine.

http://prosyn.org/zHcss3W/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.