Olivier Douliery/ Stringer

Qual é o problema do proteccionismo?

PORTO – Uma coisa é já certa sobre a próxima eleição presidencial nos Estados Unidos: o próximo presidente não será um defensor determinado do comércio livre. A presumível candidata Democrata, Hillary Clinton, é na melhor das hipóteses uma apoiante indiferente de um comércio mais livre, e da Parceria Trans-Pacífica em particular. O seu homólogo Republicano, Donald Trump, é descaradamente hostil a acordos comerciais que abram os mercados dos EUA. Quebrando a tradição Republicana moderna, Trump prevê uma taxa aduaneira de 35% sobre as importações de automóveis e peças produzidas pelas fábricas da Ford no México, e uma taxa aduaneira de 45% sobre as importações provenientes da China.

Os economistas defendem quase unanimemente que os efeitos macroeconómicos do plano de Trump seriam desastrosos. A rejeição do comércio livre e aberto devastaria a confiança e deprimiria o investimento. Os outros países reagiriam, impondo as suas próprias tarifas, o que diminuiria as exportações dos EUA. As consequências seriam parecidas às da Tarifa Smoot-Hawley, decretada pelo Congresso dos EUA em 1930 e promulgada por um anterior e infeliz presidente Republicano, Herbert Hoover, numa medida que agravou a Grande Depressão.

Mas só porque os economistas concordam, não quer dizer que tenham razão. Quando a economia se encontra numa armadilha de liquidez (quando a procura é deficiente, os preços estagnam ou caem, e as taxas de juro se aproximam de zero), a lógica macroeconómica normal desaparece. Essa conclusão aplica-se aos efeitos macroeconómicos das protecções aduaneiras em geral, e à Tarifa Smoot-Hawley em particular. Este ponto foi demonstrado por mim num artigo científico escrito (e hesito em dizê-lo) há 30 anos.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To read this article from our archive, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you agree to our Terms of Service and Privacy Policy, which describes the personal data we collect and how we use it.

Log in

http://prosyn.org/gT8yoJW/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.