Frankfurt stock market after Brexit vote Thomas Lohnes/Stringer

O que é que a libra nos está a dizer?

LONDRES – sei, pelos meus 32 anos de experiência em Finanças, que o estranho mundo de mercados cambiais pode às vezes desafiar a compreensão e que os esforços para prever o valor de equilíbrio fundamental da libra britânica pode ser um exercício de futilidade.

De facto, na inebriante hora após o fecho das urnas no referendo sobre o Brexit, a 23 de junho, a libra britânica foi inicialmente negociada acima de uma taxa de 1,5 libras/1 dólar. Esta taxa de câmbio acabou por refletir a suposição, agora ridícula, de que tinha vencido o lado “Permanecer”. A libra desceu 20% desde esse pico inicial e tem descido da mesma forma em relação ao euro.

Apesar destas discrepâncias, temos formas de avaliar razoavelmente bem o desempenho da libra pós-Brexit. Para começar, podemos comparar o seu valor atual com o seu valor médio durante o período da campanha do referendo, de fevereiro a junho. Visto desta perspetiva, a libra desceu uns ainda significativos 13% já que os eleitores decidiram que o Reino Unido deveria deixar a União Europeia.

To continue reading, please log in or enter your email address.

To continue reading, please log in or register now. After entering your email, you'll have access to two free articles every month. For unlimited access to Project Syndicate, subscribe now.

required

By proceeding, you are agreeing to our Terms and Conditions.

Log in

http://prosyn.org/r8YspOr/pt;

Cookies and Privacy

We use cookies to improve your experience on our website. To find out more, read our updated cookie policy and privacy policy.